segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Relatório de Atividades da Semana da Consciência Negra em Cajueirinho 1

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES QUE CULMINARAM A SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA E DOS TRABALHOS REALIZADOS SOBRE O SELO UNICEF: CULTURA E IDENTIDADE – COMUNICAÇÃO PARA A IGUALDADE ÉTNICO-RACIAL
ALUNO (A): Filomena Deborah de Freitas- 8º ano
Em virtude da intensificação sobre a cultura afro e indígena por ocasião do dia da Consciência Negra, a escola João Evangelista Vasconcelos estendeu por duas semanas (de 14 á 25 de Novembro), os estudos sobre a temática e na oportunidade culminou os trabalhos que vinham sendo desenvolvidos sobre o selo UNICEF a partir do tema: Cultura e Identidade-comunicação para a igualdade étnico-racial. Divulgou-se na escola e para a comunidade o programa de rádio apresentado pelos alunos na rádio 6(seis) de Abril. Houve estudos, discussões, pesquisas e análises de diversos textos literários e informativos que destacaram a história das primeiras raças que povoaram no nosso país e das expressões culturais que se mantém viva no dia-a-dia das pessoas. Foi encenadas histórias como: a bonequinha preta, balões mágicos e a menina bonita do laço de fita. Apresentou- se poesias, dissertações, objetos de uso diário oriundos da cultura afro e indígena. Destacaram-se as personalidades negras da atualidade e de suas conquistas ao longo dos anos inspirados na coragem e exemplo de Zumbi dos Palmares. A rádio recreio organizada pelo Grêmio focalizou o tema tocando músicas relacionadas e compartilhando informações sobre o assunto, principalmente sobre a implantação e efetivação das leis 10.639/03 e 11.645/08 no currículo escolar .


Programação da Semana da Consciência Negra
13 a 21 de novembro de 2011

Objetivos

  • Valorizar a cultura negra e seus afro- descendentes e indígenas na escola e na sociedade;
  • Entender e valorizar a identidade da criança negra;
  • Promover a reflexão sobre a inserção do negro da sociedade brasileira, como modo de reduzir o racismo e a discriminação,
  • Trazer à tona, discussões provocantes, por meio das rodas de conversa, para um posicionamento mais crítico frente à realidade social em que vivemos;

O tema foi trabalhado em todas as turmas e foi desenvolvido por meio de atividades para a sua exploração, sistematização e para a conclusão dos trabalhos. Os alunos fizeram observações diretas no seu entorno familiar e escolar, observações indiretas em ilustrações e /ou vídeos, e leituras. Para tanto utilizamos:

Na Educação Infantil e Fundamental I

  • Leitura dos contos “Menina bonita do laço de fita” e “A bonequinha Preta” com exibição do vídeo;
  • Confecção dos personagens dos contos e reconto das histórias;
  • Reflexão e análise do vídeo -ipe “Somos Todos Diferentes”;
  • Pesquisa sobre Zumbi e sua luta em busca da liberdade de seu povo.

No Fundamental II

  • leitura e dramatização da história Os balões mágicos;
  • Poema de Carlos Drummond de Andrade “Igual e desigual”;
  • Leitura e discussão do texto 10 maneiras de contribuir para uma infância sem racismo e apresentação do vídeo clipe Racismo Não.
  • Debate sobre o tema Diferentes, mas iguais e criação de uma história coletiva sobre preconceito envolvendo os bonecos da cultura -afro.
  • Pesquisa em grupo sobre os utensílios usados pelos índios e africanos.
  • Estudo dos textos Racismo executivo e Preconceito na Escola- Que bobagem!
  • Roda de conversa sobre a questão de gênero e exibição do vídeo Azul e Rosa.
  • Leitura e discussão do texto População indígena no ceará: quem são e onde estão.
A semana foi encerrada com o desenvolvimento e apresentação de atividades que favoreceram o desenvolvimento corporal, oral e cultural dos alunos através de coreografias ,exibição de cartazes , músicas, poemas, teatro, exposição de utensílios usados pelos negros e índios e apresentação da capoeira.





2 comentários:

Luh disse...

Muito bom esse relatório, me inspirei nele, mas não copiei nada dele, ok?
Estão de Parabéns *_*

Luh disse...

Segue?
portuguesfacilmiro13.blogspot.com